Instituto Fazendo História

O Instituto nasceu da percepção de que crianças e adolescentes afastados de suas famílias precisam de um atendimento individualizado e profissional crescer e se desenvolver. Hoje atua como um centro de pesquisa e criação de novas práticas, resgata e registra histórias, buscando sistematizar e fortalecer metodologias.

placeSão Paulo, SP
  • 4

    VAGAS CRIADAS
  • 4

    VOLUNTÁRIOS ENGAJADOS

Sobre a ONG

O Instituto Fazendo História, fundado por 4 psicólogas em 2005, sediado em São Paulo e com atuação em mais de 10 estados brasileiros ao longo dos anos, nasceu da percepção de que crianças e adolescentes afastados de suas famílias, morando temporariamente em serviços de acolhimento, precisam de um atendimento individualizado e profissional para que possam crescer e se desenvolver nessa etapa de suas vidas. Seu primeiro projeto foi o Fazendo Minha História, que desde 2002 resgata e registra histórias de vida de crianças e adolescentes que vivem nos serviço de acolhimento, mas a necessidade de ampliar a atuação fez com que tornassem o instituto um centro de pesquisa e criação de novas práticas nesse contexto, buscando sistematizar e fortalecer metodologias para que as crianças e adolescentes acolhidos fossem verdadeiramente escutados e tivessem suas histórias pessoais e familiares valorizadas.

Ao longo de 14 anos o instituto desenvolveu 5 programas, são eles: Fazendo Minha História, que forma e acompanha profissionais dos serviços de acolhimento e voluntários para o resgate e registro das histórias de vida de crianças e adolescentes, tendo a literatura como mediadora desse processo; Formação, que capacita gestores, técnicos e educadores visando a profissionalização dos serviços de acolhimento; Com Tato, que oferece psicoterapia individualizada ou familiar gratuita às crianças, adolescentes e famílias; Grupo Nós, que apoia e acompanha jovens no processo de desligamento do serviço de acolhimento e transição para a vida autônoma; Apadrinhamento Afetivo, que propicia convivência familiar e comunitária para crianças e adolescentes com vínculos familiares fragilizados ou rompidos, que possuem poucas chances de adoção ou reintegração familiar por meio de voluntários comprometidos com o papel de padrinho ou madrinha afetivo.
Além dos programas desde 2016 o IFH passou a ser também um serviço de acolhimento familiar através do Famílias Acolhedoras, que realiza acolhimento excepcional e provisório de crianças de 0 a 6 anos, separadas de suas famílias, em famílias voluntárias formadas e acompanhadas pela equipe técnica até o encaminhamento de volta à casa ou para uma família substituta.


Endereço

Rua Pedro Ortiz, 114 -

Voluntários

4 voluntários